fbpx

Guerra dos Drones.

Teste do Project Wing com drone feito pelo Google (Foto: Reprodução / YouTube)
Teste do Project Wing com drone feito pelo Google (Foto: Reprodução / YouTube)

Há algum tempo temos visto os drones sendo o centro das atenções quando o assunto é Distribuição. E na última semana, diversas notícias sobre este assunto despontaram na mídia. A verdade é que a guerra entre os gigantes do comércio está longe de acabar. Wal-Mart, Amazon e Google querem inovar e serem os primeiros a utilizar os drones para realizar entregas e aproveitarem de todo o potencial destes equipamentos.
“Através da história, as principais mudanças no trânsito de mercadorias conduziram a novas oportunidades para o crescimento econômico e, geralmente, tornaram a vida dos consumidores mais fácil”, destaca David Vos – líder do Project Wing, programa de desenvolvimento de drone de entrega do Google.

Guerra dos Drones pelo mercado de entregas
Guerra dos Drones pelo mercado de entregas

Ainda que não haja uma regulamentação nos Estados Unidos sobre o voo de drone para uso comercial. A associação de Aviação Federal dos Estados Unidos, desde o final de 2013 já abriu diversas exceções para testes.

Enquanto isso, as três empresas integram a força-tarefa que pretende contribuir com regras para o uso de drones no país.

O grupo é composto por 25 companhias selecionadas para elaborar recomendações sobre como um sistema de registro. Deve atuar e que tipos de drones estariam isentos. As indicações da força-tarefa devem ser entregues até o dia 20 de novembro.

Com este registro e identificação, o governo norte-americano e FAA esperam conseguir identificar e processar com mais facilidade àqueles que violarem as recomendações de voo.
No Brasil, uma proposta de regulamentação já foi elaborada pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) e sua oficialização está prevista para acontecer ainda este ano.

Até lá, cabe a nós aguardar por mais novidades deste mercado bastante promissor e deste equipamento versátil e muito eficiente.

Guerra dos drones na entrega de produtos
Tags:         

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quatro + 5 =